Já não somos mais nós
Mas sim Ele que vive em nós
Convivendo com a podridão da nossa carne
Mas juntamente com os frutos do espírito
E a coerência das lutas da alma
Luta diária ente carne, alma e espírito
Afinal eis o caminho da santidade
Um passo de cada vez
Um degrau a cada passo
Uma morada a cada avanço
Eis o caminho
Até a perfeição.